A outra família




A resposta que o mundo precisava

"Vamos viver juntos, sem medo, sem qualquer regra que não seja a liberdade, a verdade e o respeito. Pode ser que surja amor daqui, um amor diferente, que nos dá ao mundo e não nos tira dele. Venha fazer parte da...outra família."

Contacte esta Ideia

Porquê?

            O modelo familiar convencional é uma norma inventada por alguém, mas que nós aceitamos de cabeça baixa como a única forma de viver. Quem não obedece a este modelo terá de pagar o preço de enfrentar a temível solidão. Esta exclusão, até agora silenciosa, deverá ser pela primeira vez posta à luz do dia, na construção de uma resposta, um conceito,um espaço que pretende mudar mentalidades e inaugurar uma nova forma de viver em sociedade.









O que é?

            A outra família pretende ser uma resposta, um novo modelo familiar que vai para além dos laços de sangue. É acima de tudo uma nova forma de viver. Pretende-se que as pessoas se juntem, vivam juntas, não porque o sangue o dita ou porque a paixão obriga, mas apenas porque somos todos seres humanos e não há motivo para que vivamos sozinhos, estejamos sozinhos. Esta junção de desconhecidos pretende criar uma nova família. A ideia é a de criar uma casa, um espaço onde pessoas, que de alguma forma se sintam sozinhas ou que não encaixem nos padrões sociais, possam habitar.
Apesar de não haver regras e de todos poderem fazer parte desta família, são exemplo:

Regras?

            Será importante referir que nesta casa não cabem casais, ou seja, cada ser é individual, ninguém nunca poderá pertencer a ninguém, ser o companheiro de alguém. O conceito de família como nós o conhecemos aqui não pode morar. Pode haver paixões, encontros, até contactos íntimos, mas não pode haver compromissos e as regras inerentes a esse vínculo. Aqui só podem habitar amigos, mesmo que haja contacto íntimo. Cada ser humano é livre e individual.









Contacto

Your message has been sent. Thank you!
Be patient..